Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2015

O Zé Ruela

Era para ele ter a noite perfeita com Maria, mas o Zé Ruela não fez por merecer...

Maria havia preparado uma surpresinha para José: Ela passou meio período daquele dia no salão de beleza – até depilou-se. Comprou um vinho e preparou o jantar.
Estava tudo certo para aquela noite perfeita acontecer. Ela tomou um banho bem demorado e colocou AQUELA lingerie... Ascendeu uma vela para dar um clima, separou uma trilha sonora deFuck Music. Estava bem animadinha.


Ele já estava para chegar quando Maria lembrou: “Ah, o José gosta de Little Wing com o Skid Row, vou acrescentar!”.

Foi até o notebook dele e viu que o Facebook de José estava aberto com algumas mensagens suspeitas com uma tal de Marta:

- E aí, quando você vai me enviar aquelas fotinhas? - Ai... Péra aí... - Hum... Nossa... Como é gostosa…

Havia fotos de Marta nua de várias posições: deitada, de pé... quadradinho de oito? – Ela não acreditava naquilo.
Maria chorou, suspirou e engoliu o choro. Foi ao banheiro, lavou o rosto, retocou a maquiage…

Basta se esforçar que você chega lá

Eu li este post no site Papo de Homem e achei que seria bacana compartilhar aqui... Basta se esforçar que você chega láPrivilégios sociais às vezes são difíceis de reconhecer, especialmente se é você que desfruta deles.
Sem dedos apontados aqui, eu mesmo expresso falas que são pura cegueira e falta de empatia.  A verdade é que, se você não tem algum parâmetro para fazer uma comparação mais acurada, acaba achando que a sua vida é o padrão, ou que o que você possui, a forma como é impulsionado pelas pessoas, como é aceito ou rejeitado nos grupos sociais, é apenas fruto de talento e esforço. Afinal, se você conseguiu, todo mundo consegue, não? Depende. Essa é uma discussão longa e repleta de lados. Há os que dizem que sim e há quem diga que não, cada um com seu argumento. Longe de mim querer definir o certo e o errado, mas aqui temos algo que talvez possa aumentar o contraste sobre as nuances dessa questão. Essa tirinha é do ilustrador australiano Toby Morris e foi traduzida pelo catavento*.




Bo…

Ensaio fotográfico mostra como a discriminação, mesmo que de forma velada, tem consequências devastadoras para quem passa por isso todos os dias

Uma estudante de Antropologia da Universidade de Brasília (UnB) fotografou pessoas que transitavam pelo campus e pediu que elas posassem com frases preconceituosas que já ouviram: “Para uma negra, você é até bonita”, “Como você faz para lavar esse cabelo?”, “Você sabe ler?”, “Você tem sorte de ser negro, nem precisa estudar para passar no vestibular” Confira abaixo algumas fotos do ensaio:











Ela não disse adeus...

Ela acordou bem cedo naquele dia. Tomou um banho e quando estava vestindo seu uniforme de trabalho, viu-se olhando no espelho, admirando com alegria o tamanho de sua barriga. Ela estava com duas semanas de gravidez e era estranho porque aos nossos olhos ainda não tinha o que admirar em questão de tamanho. Coisas que só mãe sabe...
Ela tomou seu café da manhã com os pais que a abençoou quando se despediu – Até logo! – disse ela. Passou pelos mesmos lugares que passara todos os dias nos últimos 5 anos. Cumprimentou as mesmas pessoas. Admirou o mesmo sol. No trabalho estava tudo igual. Seus colegas eram os mesmos. Sua rotina foi a mesma...
Ao término do expediente o trajeto seria o mesmo, porém em direção oposta e sem o sol para admirar. Despediu-se de seus colegas de trabalho com um feliz “até logo!”, um deles disse – Cuida bem desse baby aí... – ela sorriu.
Seguiu segura por três esquinas e nunca mais foi vista. A maioria acredita que ela está morta e culpam o pai da criança que ela espera…

Página em branco

Este texto/desabafo é para quem trabalha com a escrita. Redatores, escritores, jornalistas, poetas, compositores que por um determinado momento ficou sem inspiração. Lá estava ela. Aberta e vazia na tela do meu computador. Eu olhava pra ela tentando desesperadamente preencher o vazio que a completava, mas o vazio havia tomado conta de mim. Um bloqueio talvez?
Por diversas vezes visitei alguns sites buscando inspiração. Ouvi algumas músicas, folheei alguns livros, li algumas HQs... Nada! Sai um pouco para respirar ar puro, procurei observar o que se passava ao redor. Vi pessoas passeando com seus cachorros e cachorros levando seus donos para passear, até pensei em preencher o vazio com isso, mas não passou do daquilo.
Liguei a TV para ver o noticiário e nada me agradou. Decidi fazer tudo de novo: Ouvir música, folhear livros, ler HQs, sair, observar pessoas, ver cachorros, ver TV... Nada!
Resolvi então jogar um pouco de Assassin’s Creed Unity – cara, como eu sou péssimo nisso... De volta a…

E se os padrões fossem diferentes?

Vivemos numa sociedade cheia de padrões impostas pela própria sociedade. Temos o padrão de beleza, o de peso, temos um padrão de vida financeira e até mesmo de cor de pele (basta ver quem são a maioria das empregadas domésticas nas novelas), mas como seria o mundo se esses padrões fossem totalmente ao contrário?
Imagine viver num mundo onde as pessoas feias fossem consideradas bonitas e o camarada gordão fosse o cara saradão... Imagine você ligar a TV para assistir a novela e ver uma bela de uma loira de olhos azuis fazendo a faxina na casa de uma família cheia de pessoas feias, mas que no padrão desse mundo seriam consideradas as pessoas mais lindas do mundo.
Imagine viver num mundo onde a discriminação racial não fosse com pessoas negras, mas com brancas e ter a roupa da moda fosse totalmente fora de moda.
E se os padrões fossem diferentes? O bem seria mal e o mal seria bem? O vilão seria o mocinho e torceríamos não para a pessoa certa, mas para a pessoa errada nos filmes? Mentir seria …

Manda esse moleque pra cadeia – Redução da Maioridade Penal

Só quem já sofreu algum crime por um menor de idade sabe realmente o que passou e não se pode julgar a opinião desses, mas se pararmos para observar o contexto geral do nosso país, a redução da maioridade penal para 16 anos seria apenas mais um problema para um governo quebrado seguido de uma polícia despreparada para se preocupar.
O assunto ronda o Brasil já tem algum tempo... Mas afinal, o que muda isso se o país não muda?
Claro que é fácil “botar” um moleque desses na cadeia, é só prender... Mas o que acontece é que não é só prender, se fosse assim seria muito fácil, mas o Brasil tem a 4° maior população carcerária do mundo e um sistema prisional superlotado com 500 mil presos. Só fica atrás em número de presos para os Estados Unidos (2,2 milhões), China (1,6 milhões) e Rússia (740 mil), sem contar que o sistema penitenciário brasileiro NÃO tem cumprido sua função social de controle, reinserção e reeducação dos agentes da violência. Ao contrário, tem demonstrado ser uma “escola do cr…

O menino que queria ter superpoderes

Se eu tivesse superpoderes eu desceria esse morro voando. A não ser que eu fosse o homem aranha, daí eu desceria saltando com minhas teias de barraco em barraco... Seria o maior barato!
Se eu tivesse superpoderes ajudaria minha comunidade, lutaria contra o crime, ajudaria essa policia despreparada e minha mãe não precisaria trabalhar tanto para sustentar meus irmãos e eu... Não, eu não iria roubar! Eu iria usar meus superpoderes para trabalhar... Quem sabe não exista aí uma agencia secreta para super-heróis aqui no Brasil.
Se eu tivesse superpoderes seria o maior barato. Eu voaria até as estrelas e visitaria todos os lugares do mundo... Eu também ajudaria esse pessoal mais pobre do que eu e esse morro aqui seria a maior molezinha! O problema não é descer o morro, o problema é subir tudo isso de volta. Cara, isso cansa muito!
Se eu tivesse superpoderes eu seria muito, mas muito rápido mesmo e nada poderia me atingir. Nada mesmo! Eu conseguiria até me desviar dessa bala perdida que acabara…

Quem realmente manda?

As mulheres que odeiam os homens!
A pior forma de violência doméstica praticada pelas mulheres é o sorriso. Regra geral, quanto maior for o sorriso da mulher quando o homem chega a casa, maior vai ser a “carga de pancada que vai levar”. E tudo devido a duas perguntas que uma mulher pode fazer...
Um homem que tem uma mulher à sua espera quando chega à casa só tem medo de duas perguntas: “Você sabe que dia é hoje?” e “Não notou nada diferente?”. Perguntas que são, na verdade, ardilosas armadilhas. E como qualquer boa armadilha, a presa só dá por ela quando já tem uma garra de aço ferrada na perna, impedindo qualquer tentativa de fuga.
“Sabe que dia é hoje?”. Feita por qualquer outra pessoa, esta pergunta seria um indicador de que um dos interlocutores estaria a indagar o outro sobre o espaço temporal em que ambos se encontram naquele dado momento. Já a mulher procura indagar sobre uma efeméride relacionada com a relação. Ora, para o homem só há duas efemérides numa relação: o aniversário…

Os homens estão demonstrando mais os seus sentimentos? Estão carentes? Ou...?

“Tudo o que eu preciso é de um abraço” “Sinto sua falta” “A música tem ser mais alta que os problemas” e blá blá blá... Isso tem sido postado frequentemente nas redes sociais por homens.
Vi um parente meu fazendo isso e confesso que me surpreendi com aquilo. Poxa vida! O cara é paranaense. Cabra macho... Ou como diz a música: BRUTO e RÚSTICO!

Acabei descobrindo que não era apenas ele, mas todos eles... Todos os homens postando frases que normalmente menininhas que gostam de coisinhas cor-de-rosa postam... O que está acontecendo? Será que de tanto as mulheres reclamarem do nosso limitado senso de sensibilidade os homens resolveram abrir o coração? Será que estes “postadores” de frases sentimentais estão carentes? Ou será que...? E será que elas gostam desse novo homem? E, o que minha esposa diria se eu chegasse com todo esse sentimentalismo?
Eu - Amor, senti muito a sua falta durante esse dia... Ela - O que você aprontou? Eu - Nada... Apenas descobri que é impossível viver sem você! Ela - Pa…

20 desculpas para faltar ou chegar atrasado ao trabalho

Pense assim: É segunda-feira pós-feriadão prolongado. Você passou a sexta-feira santa com muito bacalhou. Sábado de aleluia: Aleluia! Muita birita... Domingo de páscoa: Além daquele rango comeu muito, mas muito chocolate... Cara, ir pro trampo na segundona é osso! Então temos aqui 20 desculpinhas para você ficar em casa no dia da preguiça.
1-Matar parentes (para faltar): É a mais clássica de todas. Só tome cuidado para não matar a sua avó três vezes no mesmo emprego.
2-Furou o pneu (para se atrasar): Tenha o cuidado de sujar as mãos pelo menos um pouco... Se não, diga que o socorro demorou chegar. Só pega mal se você for homem, afinal, que tipo de homem é você que não consegue nem trocar um pneu sozinho?
3-Sua namorada te trocou por outra mulher (para faltar): E você está com depressão. Mas tome cuidado para não ser flagrado feliz da vida com uma loira ou uma morena no fim de semana seguinte.
4-Ficou preso no elevador (para se atrasar): E você pode dizer que não avisou porque o celular nã…

13 Previsões que De Volta para o Futuro 2 acertou

Quanto foi lançado, em 1989, o filme “De Volta para o Futuro 2” imaginava um mundo em 2015 com carros e skates voadores, além de e muitas tecnologias que será muito difícil de se concretizar.
Mesmo assim, a trama em que Doutor Brown (Christopher Lloyd) e Marty McFly (Michael J. Fox) partem de 1985 para o futuro fez algumas profecias corretas para os 30 anos depois. O site Business Insider conferiu alguns prognósticos, eu acrescentei outros e o resultado foram as 13 Previsões que “De Volta para o Futuro 2” acertou sobre tecnologia.
Aqui estão elas!

1. A MORTE DOS LASERDISCS (LD’S) E DOS COMPACTDISC (CD’S)
Se você tem menos de 25 anos, nem deve se lembrar dos LaserDiscs, aqueles bolachões semelhantes ao vinil, mas com tecnologia sonora digital. Pois o filme aposentou em 2015 tanto os LD’s quanto os CD’s...
2. COMANDO DE VOZ

Computadores ou aparelhos com tecnologia de comando de voz foi mais uma das previsões acertadas.
3. ÓCULOS DE VÍDEO PESSOAL

Em um jantar em família, na casa de Marty McFly e…

Mal humorados

Estávamos todos mal humorados naquele dia. Não sabíamos por quê. Tínhamos tudo o que precisávamos: café, chocolate, biscoitos... Mas tínhamos também o mau humor.
Tomamos um café, conversamos um pouco e o mau humor continuava. Depois tomamos um chocolate quente, comemos alguns biscoitos, mas nada do mau humor desaparecer. Abrimos o Facebook, curtimos algumas fotos no Instagram, vimos diversos vídeos engraçados no Youtube... E nada!
Decidimos contar piadas, até assistimos alguns episódios online de Os Simpsons e mesmo assim não encontrávamos um bom motivo para ficarmos de bom humor... Alguém sugeriu tentar trabalhar – Mas que ideia estúpida!!! Mas poderia funcionar... Após dois minutos tentando, percebemos que ficamos mais mal humorados ainda.


Alguns de nós pareciam zumbis. Caminhávamos pelos corredores da empresa sem direção. Decidimos matar hora, mas a hora não passava. Cinco minutos pareciam durar horas! Afinal, o que era aquilo? Por que o tempo não passava? Por que tudo o que fazíamos na…